Boa tarde
Segurança Pública EliasElias 12 Agosto 2021 (191)

Tentou matar rival e acabou tendo a mão deceptada

Foi na tarde de ontem no Monte Alegre

Tentou matar rival e acabou tendo a mão deceptada

Uma tentativa de homicício aconteceu na tarde desta quinta-feira na rua Flamboyant no distrito do Monte Alegre, Camboriú. A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência.

No local encontrou um homem de 22 anos sendo atendido pelo SAMU. Ele estava com a mão direita amputada e a mão esquerda quase que completamente também amputada e já sendo conduzido ao hospital Ruth Cardoso.

A moto da vítima estava tombada no chão, com fita adesiva preta na placa, sendo alterada a placa. Ele relatou que foi atirar em outro homem, de 21 anos.

Explicou que (21) estavam transitando na rua Flamboyant com seus veículos. No momento de atirar contra o desafeto a arma falhou.

Nesse momento o outro homem lhe derrubou da moto, colidindo o veículo. Em seguida, com um facão decepou sua mão direita e tentou decepar sua mão esquerda também. 

Colhido essas informações, a guarnição do Tático de Camboriu deslocou-se na residência do suspeito, localizada na Rua Manoel Inácio Linhares, onde foi localizado o veículo colidido.

O autor das facãozadas foi preso e o facão apreendido. Ele relatou que o rapaz que teve a mão decepada tentou lhe matar disparando com uma arma de fogo, um revólver calibre .38, enquanto transitavam pela rua Flamboyant.

Disse que agindo em legítima defesa jogou seu veículo contra a moto do inimigo, derrubou o mesmo. Disse também que Emerson ainda no chão tentou disparar contra sua pessoa.

Reagindo, ele pegou um facão e desferiu um golpe na mão direita para cessar a agressão. Relatou também que a vítima que teve a mão decepada, pegou a arma com a mão esquerda.

Afirmou que sem ter outra opção desferiu outra facãozada na mão esquerda, onde feriu o mesmo para se defender, onde pegou a arma e se evadiu para resguardar sua integridade, saindo para a rua Manoel Inácio Linhares onde ficou esperando a PM chegar com a arma em cima da mesa e pediu para sua esposa abrir a porta para os policiais. 

Diante de todos os fatos narrados, a guarnição acionou a polícia civil, IGP, que estiveram no local e fizeram todo levantamento fotográfico. O homem que teve a mão decepada permanece em atendimento no hospital Ruth Cardoso.
O autor dos golpes foi conduzido à CPP.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário.


Politica de Privacidade