Boa tarde
Saúde EliasElias 03 Junho 2021 (109)

Ritmo de imunização sobe 75% em uma semana em Santa Catarina

Segundo o governador Carlos Moisés, o Estado está empenhado em parceria com os municípios para acelerar o ritmo da imunização.

Ritmo de imunização sobe 75% em uma semana em Santa Catarina

Santa Catarina acelerou o ritmo da vacinação contra a Covid-19 nos últimos sete dias. O aumento no número de doses aplicadas foi de 75%, na comparação com os sete dias anteriores. Segundo os dados disponibilizados no vacinômetro do Governo estadual, foram 274.143 doses entre 26 de maio e 2 de junho, com uma média diária de 39.163.

No período anterior, entre os dias 19 e 26 de maio, haviam sido 155.905, o que resulta em uma média diária de 22.272. Ao todo, já foram aplicadas pouco mais de 2,5 milhões de vacinas no Estado, entre primeira e segunda dose.

O avanço coincide com o início da vacinação dos professores e a ampliação do grupo dos profissionais de segurança pública e do sistema prisional. Segundo o governador Carlos Moisés, o Estado está empenhado em parceria com os municípios para acelerar o ritmo da imunização.

“O nosso objetivo é fazer com que as vacinas sejam usadas o mais rapidamente possível. O ritmo de aplicação das doses precisa ser acelerado cada vez mais para que possamos superar a pandemia e retornarmos à normalidade.

O Governo do Estado possui uma logística eficaz para que os imunizantes cheguem rapidamente aos municípios, que são os responsáveis pela aplicação. Continuaremos trabalhando em parceria para que sigamos avançando”, destacou o chefe do Executivo.

Nesta quarta-feira, Santa Catarina recebeu mais 209.750 doses da vacina AstraZeneca. Uma nova remessa, desta vez com 21.060 doses da Pfizer, deve aterrissar na sexta-feira em Florianópolis.

Também foi definido que as doses de vacinas recebidas nesta quarta poderão ser utilizadas para seguimento dos grupos prioritários e a ampliação para a faixa etária entre 55 a 59 anos, de forma decrescente.

* Leonardo Gorges/Assessoria de Imprensa/SECom
Foto: Ricardo Wolffenbüttel / Secom

O nosso objetivo é fazer com que as vacinas sejam usadas o mais rapidamente possível. O ritmo de aplicação das doses precisa ser acelerado cada vez mais.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário.