Boa noite
Região EliasElias 20 Outubro 2021 (136)

Professores paralisam atividades em Camboriú

Demais servidores estão em estado de greve

Professores paralisam atividades em Camboriú

Nesta quarta-feira (20), cerca de 70% das escolas municipais de aderiram à paralisação por conta das reposições salariais em atraso.

Após garantir a reposição dos 4% de 2020 depois de muitas reuniões com o Prefeito Elcio Kuhnen, a briga agora é pelas perdas inflacionárias de 5,2% e do 12,84% referentes ao magistério no último ano. 

Outra pauta de reivindicação diz respeito a reforma no CamboriúPREV, o Instituto de Previdência dos Servidores, que deve ser alterado na Câmara de Vereadores.

Um documento formulado pelo Sisemcam - Sindicato dos Servidores Municipais de Camboriú, pede que não haja alteração no tempo de serviço e na idade para aposentadoria , que seria a proposta do executivo.

“Querem repetir a regra da união, algo que não é obrigatório no regime próprio. Já temos os piores salários da Amfri, reajuste em atraso e agora mais este golpe”, desabafa a presidente do Sisemcam, Luciana Sobota.
O funcionalismo estuda entrar em greve caso o executivo não chame a categoria para negociar.

* Márcia Paranhos/Sisemcam

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário.


Politica de Privacidade