Boa tarde
Política EliasElias 29 Julho 2021 (124)

Gotardo constata novo atraso na obra da Casa da Criança e do Adolescente

A foi contratada no final de dezembro de 2018 e tinha prazo de 10 meses para ser concluída

Gotardo constata novo atraso na obra da Casa da Criança e do Adolescente

Na tarde desta quinta-feira (29), o vereador Lucas Gotardo, do Novo de Balneário Camboriú, constatou um novo atraso na construção da Casa de Acolhimento da Criança e do Adolescente, localizada da 6ª Avenida.

De acordo com o último aditivo publicado no Portal de Transparência, a obra deveria ter sido entregue hoje.
A obra, que tem como fiscal a Secretaria de Inclusão Social, já recebeu ao todo seis aditivos, sendo quatro de prazos e dois de valores.

A construção do equipamento foi contratada no final de dezembro de 2018 e tinha prazo de 10 meses para ser concluída. Após todos os aditivos, já se passaram 35 meses e a obra parece longe de ficar pronta. O valor inicial era de 1.715.000,00 e já está em R$ 1.871.000,00.

“Infelizmente esse é o cenário de uma obra importante para o nosso município e a prefeitura novamente acaba falhando com a gente”, relatou Gotardo nas redes sociais.

Enquanto o município não resolve a situação da Casa de Acolhimento, crianças e adolescentes precisam ficar abrigadas em Camboriú, em uma instituição terceirizada.

A ação faz parte do Fiscalizômetro - programa que fiscaliza R$ 143 milhões em contratos e licitações, através de pedidos de informações, indicações de melhoria e outros encaminhamentos.

“Estamos mapeando os principais problemas com contratos firmados com o município para cobrar o Executivo e informar o contribuinte. Não há uma prestação de contas clara sobre as obras da cidade e o cidadão nem fica sabendo como o dinheiro que sai dos seus impostos está sendo mal gerido, mas é direito dele saber”, finalizou Gotardo.

* Daniele Sisnandes/Assessoria de Imprensa
Foto: Débora Halfen

Não há uma prestação de contas clara sobre as obras da cidade e o cidadão nem fica sabendo como o dinheiro que sai dos seus impostos está sendo mal gerido, mas é direito dele saber.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário.