Bom dia
Segurança Pública EliasElias 08 Junho 2021 (128)

Crimes violentos em Santa Catarina apresentam as menores taxas da série histórica

Foram 768 roubos, 4.305 furtos e 74 homicídios a menos do que o mesmo período do ano passado.

Crimes violentos em Santa Catarina apresentam as menores taxas da série histórica

Os crimes violentos seguem em queda em Santa Catarina e com as menores taxas da série histórica. O Estado registrou do primeiro dia do ano até 31 de maio queda de 17% do número de roubos, 10,5% de furtos e 21,4% de homicídios. Foram 768 roubos, 4.305 furtos e 74 homicídios a menos do que o mesmo período do ano passado.

Os números fazem parte do boletim mensal divulgado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e refletem o investimento em Segurança Pública feito pelo governo Carlos Moisés. Foram destinados R$ 343 milhões à melhoria de viaturas, armamentos e sistemas de tecnologia.

“Este é o maior valor já aplicado na área de Segurança Pública da história de Santa Catarina. Vamos continuar investindo nessa área que é essencial e prioritária para o estado”, ressalta o governador Carlos Moisés.

“Nossa segurança é uma das melhores do país. Todos os crimes violentos têm caído, fruto de um intenso trabalho das nossas forças de segurança", diz o presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial de SC, coronel BM Charles Alexandre Vieira.

"A sociedade também tem nos ajudado, as mulheres estão denunciando mais e utilizando nossos canais como o aplicativo da Polícia Militar e a delegacia virtual da mulher da Polícia Civil. Em Santa Catarina é assim: segurança se faz com a união de todos”, completou.

O boletim ainda apresenta queda de 21,9% no número de mortes violentas, que passou de 415 para 324. O feminicídio caiu 42,9%. São 12 casos registrados em 2021, contra 21 do mesmo período do ano passado.
Informações adicionais para imprensa:

* Aline Rebequi Cavallazzi/Assessoria de Imprensa/SSP/SC

Nossa segurança é uma das melhores do país. Todos os crimes violentos têm caído, fruto de um intenso trabalho das nossas forças de segurança. A sociedade também tem nos ajudado.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário.


Politica de Privacidade