Boa tarde
Outros esportes EliasElias 25 Outubro 2021 (399)

Aos 18 anos, Pedro Boscardin brilha e conquista seu primeiro título profissional na carreira

Joinvilense é o primeiro sul-americano nascido em 2003 a conquistar um título de simples e dará enorme salto no ranking

Aos 18 anos, Pedro Boscardin brilha e conquista seu primeiro título profissional na carreira

Atleta da RS Tennis, equipe de Joinville, Pedro Boscardin Dias (Escola Guga/BRB/CBT/Head/Fila), brilhou na tarde deste domingo ao conquistar seu primeiro título de simples no profissional no torneio de Rio do Sul, com premiação de US$ 25 mil, jogado sobre o piso de saibro. Boscardin, de apenas 18 anos, superou o paulista Gustavo Heide por 2 sets a 0 com parciais de 7/6 (7/4) 6/4 após 2h05min de duração.

Ele se torna o primeiro sulamericano nascido em 2003 a vencer um título profissional e dará um salto do atual 988º do mundo para perto dotop 700, uma subida acima das 250 posições na tabela da Associação dos Tenistas Profissionais.

"Estou muito feliz, não tenho palavras para descrever, muito melhor vencer em casa com a torcida maravilhosa que me apoiou o torneio inteiro", celebrou Pedro que colocou os pés no chão daqui por diante.

"É só o começo da jornada, tem muita coisa pela frente , muito trabalho e muitas conquistas se Deus quiser. Tem que continuar trabalhando porque se ficar feliz com essa conquista apenas não irei pra frente", seguiu.

Boscardin teve uma semana só derrubando os favoritos. Nas oitavas de final tirou o cabeça de chave 1, o brasiliense Gilbert Klier, que vinha de título em Lima, no Peru, na semana anterior, e na semi passou pelo cabeça de chave 3, o argentino Facundo Juarez.

"A conquista de hoje representa a recompensa pelo trabalho, pelo esforço e dedicação do dia-a-dia em todos os momentos. Para chegar até aqui muita coisa acontece, as pessoas que não estão diretamente envolvidas não fazem ideia e só quem vive esse dia-a-dia para saber. É emocionante passar por momentos assim justamente por todas as dificuldades e obstáculos que passamos pelo caminho".

"Agora é desfrutar desse momento, mas sabemos que ele só dura um ou dois dias e depois é preciso seguir nossa caminhada , pegar tudo o que tem de positivo dessa semana que é um título , energia boa, confiança, e saber que estamos no caminho certo e seguir em frente batalhando por mais coisas, torneios maiores para almejar chegar mais lá em cima. É seguir trabalhando", disse Ricardo Schlachter, treinador de Boscardin e da RS Tennis.

Ele ainda foi finalista de duplas ficando com o vice-campeonato ao lado de Heide. Os dois perderam a final na noite de sábado por 6/4 6/3 diante de Igor Marcondes e Daniel Dutra Silva.

A próxima competição do joinvilense será em Brasília (DF), torneio com premiação de US$ 15 mil, a partir de 1º de novembro. Na semana seguinte disputa o torneio de Goiânia (GO) com premiação de US$ 25 mil.

A equipe RS Tennis é um centro de treinamento de alto rendimento comandado pelo técnico Ricardo Schlachter, treinador que trabalhou com Ricardo Mello quando o campineiro conquistou o título do ATP 250 de Delray Beach, nos Estados Unidos, em 2004, e foi top 50.

A equipe conta com o apoio da FILA, HEAD e é sediada na Rua Alberto Bornschein, 143, Glória, Joinville, SC . O time conta com a preparação física de Victor Côrrea e dos fisioterapeutas Alison Paz e Jean Zipperer.
Tenista

* Gallas Press
Fotos: Luiz Candido / Luz Press

É só o começo da jornada, tem muita coisa pela frente , muito trabalho e muitas conquistas se Deus quiser. Tem que continuar trabalhando porque. Feliz com essa conquista apenas não irei pra frente.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário.


Politica de Privacidade